cranberry-mirtilo-vermelho-beneficios

Cranberry: pequena no tamanho, enorme nos benefícios

Olhando essa fruta pequena, avermelhada e azedinha, talvez não dê para acreditar na quantidade de gostosuras que podemos fazer com ela. Sucos, bolos, tortas salgadas, geleias, além de chá e saladas. Hum… é de dar água na boca!

Mas o mirtilo-vermelho, que é originário lá da América do Norte, vai além. Rica em antioxidantes, a Cranberry combate gastrite, infecções urinárias e até placa bacteriana.

De acordo com pesquisas, ela é fonte de proantocianidina, uma substância considerada de 15 a 25 vezes mais potente que a vitamina E no combate à aderência de bactérias do tipo E.coli na mucosa da bexiga.

Estudos mostram que a proantocianidina encontrada na Cranberry é capaz de evitar instalação da bactéria Helicobacter pylori no estômago, prevenindo, assim, gastrites e úlceras.

E mais!

A fruta é usada para tratar doença que prejudica o controle do ato de urinar, a chamada bexiga neurogênica; e ainda serve para desodorizar a urina de pacientes que sofrem de incontinência.

Há, também, os consumidores de Cranberry que não dispensam sua ajuda no aumento do fluxo de urina, na eliminação de germes, cicatrização da pele e controle da febre.

Os antioxidantes encontrados no mirtilo-vermelho auxiliam portadores de diabetes tipo 2, escorbuto, síndrome da fadiga crônica e câncer a minimizar seus problemas de saúde.

Saiba mais sobre a fruta Cranberry e seus derivados

No Brasil, o suco é a variedade de Cranberry mais consumida. Ele é achado facilmente em lojas de produtos naturais e supermercados.

E é interessante notar que algumas versões da bebida recebem açúcar em seu preparo. Portanto, não são recomendadas para diabéticos.

Mas, no geral, a ingestão de suco de Cranberry é segura. Porém, não deve ultrapassar os 480 ml diários. O consumo exagerado dele pode causar dor de estômago e diarreia leve.

Quanto às gestantes e lactantes, elas devem evitar apenas os suplementos de Cranberry, já que até o momento não existem informações suficientes sobre os efeitos deles nesses grupos.

A fruta Cranberry contém relevante quantidade de ácido salicílico (similar à aspirina). Por esta razão, é desaconselhada para pessoas com alergia ao medicamento.

Confira os principais benefícios do mirtilo-vermelho:

  • Auxilia na redução do colesterol, provocado pelo excesso de gordura nos alimentos;
  • é antioxidante, favorecendo o combate aos radicais livres e a prevenção de tumores;
  • inibe o cortisol, hormônio liberado principalmente em situações de estresse;
  • previne a infecção urinária, pois dificulta a fixação de bactéria nas paredes da bexiga e da uretra;
  • fornece energia, pois contém frutose;
  • é fonte de fibras, importantes na liberação intestinal e, portanto, no combate à prisão de ventre;
  • atua na detoxificação hepática, proporcionando melhor funcionamento do fígado;
  • contém substâncias que beneficiam a produção de colágeno;
  • ajuda a prevenir as placas bacterianas;
  • é fonte de vitamina A, essencial para a saúde dos olhos;
  • é fonte de vitamina C, que fortalece a imunidade, combatendo gripes e resfriados, entre outros problemas.

A Cranberry, que já era usada tempos atrás como alimento, medicamento e ingrediente de cerimônias de tribos indígenas, está cada vez mais presente nas mesas de famílias do mundo inteiro.

Além da fruta in natura e seca, todo dia surgem no mercado diversos outros itens que usam a Cranberry como ingrediente principal.

Consumida com moderação, a Cranberry é uma ajuda e tanto na manutenção do bem-estar. E ainda tem um gostinho incomparável…

Experimente!

Até mais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *