dmir-dor-muscular-de-inicio-retardado

DMIR: Dor Muscular de Início Retardado

Dizem que é “normal” sentir algum tipo de dor após o treino. Bem, não vou entrar nesse mérito ou tentar dar qualquer conselho a respeito, pois não estudei medicina. Mas você sabe o que é a Dor Muscular de Início Retardado (DMIR)?

O fato é que as dores musculares são bastante discutidas. E quem nunca sentiu uma dorzinha assim depois da malhação?

Bem, o desconforto na musculatura costuma aparecer principalmente depois de realizarmos padrões diferentes de movimentos, quando fazemos exercícios aos quais não estamos acostumados, por exemplo.

Basta lembrar o que acontece cada vez que trocamos a série na musculação ou experimentamos um esporte novo. Também pode surgir quando se passa muito tempo sem bater ponto na pelada com os amigos…

Ou seja, é só sair do padrão malhação com máquinas, ter uma sobrecarga ou fazer movimento em outros planos e a musculatura esquelética emite os sinais de dor. Sendo que existem basicamente duas etapas nesse incômodo: dor aguda e a Dor Muscular de Início Retardado.

A primeira acontece durante e imediatamente após a atividade física; é resultado da presença de íons H++, lactato e outros produtos do metabolismo, além do inchaço tecidual, provocado pela condução de líquido do plasma sanguíneo para dentro dos tecidos.

Sabe aquela sensação de aumento de volume, que temos depois de um cardio intenso ou treinamento de força? Lembrou? Pois é isso aí! E essa dor passa algum tempo (minutos, às vezes, horas) depois – por isso recebe o nome de dor muscular aguda.

Mas a DMIR, não. O nosso foco principal de hoje é percebido um ou dois dias após o treino – e pode durar até sete dias, o que vai depender do estímulo provocado na área.

As pesquisas não são unânimes – e nem muito esclarecedoras – quando o assunto é dor de início retardado. Em geral, indicam que os grandes vilões do desconforto atrasadinho são os chamados movimentos na fase excêntrica.

Entenda o que os movimentos excêntricos têm a ver com a DMIR

Aqui cabe uma pequena explicação sobre essa etapa do movimento, antes de continuar falando de DMIR.

De forma geral, o movimento muscular possui três tipos de ação:

  • Concêntrica – quando há encurtamento do músculo;
  • Estática ou isométrica – na qual os músculos atuam sem que haja movimento; geram força, mas seu comprimento permanece estático;
  • Excêntrica – quando os músculos atuam fortemente quando estão alongando. Por exemplo: o músculo bíceps braquial fazendo uma rosca bíceps. Quando o cotovelo é estendido para abaixar um peso, acontece a ação excêntrica.

Se, ao subir, ele encurta, então é ação concêntrica. Caso seu treinador peça para sustentar em algum ângulo de forma estática, você já sabe… Estática ou isométrica!

Nas corridas e saltos, por exemplo, os três tipos têm probabilidade de ocorrer ao mesmo tempo.

Mas, voltando às Dores Musculares de Início Retardado, há quem diga que, na etapa de alongamento muscular, as microlesões acontecem em maior quantidade quando comparadas às demais fases de movimentos. Isto é, elas também podem levar à DMIR.

Porém, se você segura e volta do movimento, ou o faz mais devagar, podem acontecer lesões estruturais nas membranas das células; grande rompimento dos componentes da fibra muscular, túbulos T e, especialmente, as linhas Z.

O resultado: a dor muscular pode acontecer. E como toda ação provoca uma reação, neste caso surge a inflamatória, ou seja, nossas células de defesa, os leucócitos, vão contra as condições que ameaçam o funcionamento normal dos tecidos.

Tanto é que pesquisas indicam que a contagem dos leucócitos costuma aumentar após atividades, dando início ao processo inflamatório.

Como você pode notar, a lesão e a recuperação abrangem muitos aspectos, sistemas e componentes, tais como lisossomos, tecido conjuntivo, cálcio, radicais livres, fonte de energia, reações inflamatórias, entre outros.

Só que a causa precisa das lesões musculoesqueléticas não estão completamente esclarecidas.

Nosso corpo é bastante complexo e ainda há um longo caminho a percorrer para desvendar muitos de seus mistérios, inclusive a Dor Muscular de Início Retardado.

Mas, no que depender deste espaço, você estará sempre bem-informado.

Até a próxima!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *