energetico-antes-de-malhar

Energético antes de malhar: como usar sem risco

Bateu o desânimo, o cansaço ou a preguiça?

Uma bebidinha estimulante bem que pode dar um up na disposição. Mas para que o tiro não saia pela culatra, é preciso tomar alguns cuidados ao consumir os chamados energéticos. Vem comigo que eu explico mais!

Aos poucos, as bebidas energéticas vão mudando de alvo. Se antes eram as queridinhas dos baladeiros, tanto do mercado nacional quanto internacional, hoje são os atletas e esportistas amadores os principais focos das indústrias.

Porém, a “nova” forma de consumo, ligada à pratica de atividades físicas, não pode ser feita de qualquer jeito, como se a bebida fosse um refrigerante mais forte; é preciso cautela antes de ingerir um produto energético.

Prova disso são os constantes problemas que os estimulantes têm provocado em festas e casas noturnas no mundo todo.

O que fez países como os Estados Unidos registrarem casos de jovens que ficaram doentes ou morreram depois de consumir uma mistura perigosa: energéticos e bebidas alcoólicas, como vodca e uísque, por exemplo.

Por lá, uma marca de energético já vendida com álcool foi proibida depois de uma batalha na justiça. O parecer foi baseado em estudos sobre a relação da cafeína (estimulante encontrado nos energéticos) e o álcool.

As autoridades norte-americanas chegaram à conclusão de que o efeito letárgico da substância seria, digamos, disfarçados pela cafeína. O que impediria os consumidores de perceber seu alto nível de embriaguez.

As complicações no campo das práticas esportivas envolvem outros fatores, mas nem por isso eles são menos preocupantes. Embora o álcool, neste caso, esteja fora de campo, o corpo passa por muitas alterações metabólicas.

Durante os exercícios físicos, enfrentamos condições diferenciadas, normalmente ocasionadas por treinos envolvendo fôlego ou força – em alguns casos, ambos.

Com isso, cria-se uma nova perspectiva, que ainda não está muito esclarecida, de interação com os energéticos.

Você toma energético antes de malhar? Saiba mais sobre eles

Grande parte dos energéticos traz uma concentração de cafeína relativa a duas xícaras de café, além de taurina, um aminoácido cuja função seria aumentar a ação estimulante.

A cafeína provoca o famoso efeito termogênico; aumenta a temperatura do corpo e acelera a queima de gordura durante as atividades físicas.

Alguns especialistas afirmam que não há problema no consumo de bebidas energéticas diariamente, desde que ele não ultrapasse duas doses por dia, e com intervalo de seis horas entre elas.

No entanto, cada caso é um caso, como dizem por aí. Cada pessoa tem condições de saúde específicas, respostas diferenciadas aos diversos estímulos e situações de esforço, ainda mais quando somadas aos produtos energéticos.

Não se pode negar que o energético causa um efeito no mínimo interessante e, de fato, pode ajudar a conquistar um desempenho melhor.

Mas veja, por exemplo, as pessoas que sofrem de insônia. Ao fazer uso de tais compostos, é muito provável que a qualidade do sono delas fique ainda pior, principalmente se a bebida energética foi tomada após as 18 horas.

Então, até que ponto vale a pena usá-las antes de treinar? Em médio e longo prazos, o que você acha que vai acontecer com sua capacidade de concentração, com sua resistência física e a própria saúde se você não dorme direito?

E mais: os médicos alertam que o energético não passa nem perto de ser o suplemento ideal antes de qualquer exercício físico. Ok, ele estimula, proporciona uma certa garra, mas sem boas fontes de energia e hidratação, o esportista, amador ou profissional, não irá muito longe.

Minotauro Pré-Treino
Se você precisa de energia para malhar, mas não quer arriscar tomando energéticos, eu recomendo que você tome um pré treino de boa qualidade..

Eu indico fortemente o Minotauro Pré-Treino, suplemento fabricado pela Iridium Labs, distribuido em vários países, chegou no Brasil em 2015 e já é o maior sucesso.

No caso das atividades aeróbicas (corrida, ciclismo etc.), o carboidrato é a base energética mais utilizada pelo organismo, sendo encontrado em macarrão, batata, entre outros alimentos. Lembre-se que nem todos os tipos de energéticos trazem tal nutriente.

Já a musculação requer cuidado especial com as proteínas, mais presentes nas carnes, ovos e no leite.

Na dúvida, consulte sempre seu médico e/ou nutricionista.

Cuide-se, e até mais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *